quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Terçolho ou Hordéolo - Tratamento

O meu terçolho!

Depois do olho esquerdo passou para o direito, foram mais 3 semanas de sofrimento durante as férias.
O Hordéolo conhecido vulgarmente por:
Terçol, Terçogo, Terçolho, Treçolho, Cortelho ou Viúvo.


É um abcesso com pus localizado no bordo da pálpebra.
Edema e vermelhidão da pálpebra; em poucos dias, a dor torna-se lacinante e surge o abcesso (formação e acumulação de pus). A pestana acaba por cair.
O terçolho faz-se sentir por sinais inflamatórios, normalmente, bastante visíveis como: rubor, dor, vermelhidão e inchaço. É usual que durante o sono o olho fique colado e que apresente pus.
*
A pálpebra compõe-se de uma estrutura cartilaginosa, revestida na parte de trás pela conjuntiva e na frente por uma camada muscular coberta por tecidos subcutâneos e por pele. É na espessura do tarso que se encontram as pequenas glândulas sebáceas que abrem ao longo do rebordo da pálpebra, onde se encontra igualmente a fiada das pestanas. A cada raiz das pestanas está anexada uma glândula sebácea.
O hordéolo (vulgo terçolho) é uma infecção bacteriana de uma ou mais glândulas sudoríparas ou sebáceas que se encontram presentes no bordo da pálpebra, no ponto de inserção das pestanas, ou por baixo da pálpebra.
A infecção é causada por uma bactéria, que dá pelo nome de Staphylococcus aureus, no folículo das pestanas ou de uma glândula de Meibomius que provoca a inflamação e a formação de um pequeno abcesso no interior da glândula, constituindo um furúnculo na pálpebra.
*
Na senda da cura para o terçolho, Mitos e Ritos.

Olho Gordo dá mau olhado.
Esconjuro e maldição:

«Terçolho mirolho passa para aquele olho!»

E olha-se atentamente para a pessoa que queremos passar o terçolho.
-Não é para o outro olho, é para o olho de alguém que nós não gostamos, OK?
É o processo de transladação, um velho rito de transferência de males.
Quando era miudo a minha avó materna, Júlia da Silva dizia-me que o terçolho era a causa-efeito de ter olhado (com desejo) para uma mulher grávida, esconjuro do próprio destino, para proteger a pobre infeliz e o seu feto, dos desejos de um homem sem escrúpulos, e aí ficar temporáriamente marcado com um barrigão bem cheio no olho para aprender a respeitar o pito alheio. O que seguramente, garanto que não foi o caso.
*
Recurso à ancestral medicina caseira da sabedoria popular.


Mézinhas antigas que às vezes funcionam.
  1. - Aquecer azeite virgem numa colher de sopa sobre uma vela, untar uma aliança de casamento no azeite quente e esfregar sobre o terçolho.
  2. - Friccionar a aliança de casamento nas calças até ela aquecer e colocar no terçolho.
  3. - A passagem repetida dum anel de ouro sobre a parte afectada.
  4. - Esfregar o terçolho com um dente de alho aquecido numa vela e depois atirar com este para cima do telhado.
  5. - Esfregar um pedaço tomate no terçolho.
  6. - Esfregar levemente o terçolho à parte traseira duma mosca.
  7. - Colocar uma moeda ou a lamina de uma faca sobre o terçolho.
  8. - Passar com anel de ouro benzido (com água benta) e dizendo: "Terçolho, terçolho vai para aquele olho."
  9. - Molhar uma colher em água a ferver e depois coloca-la em cima do treçolho.
  10. - No Algarve curam o terçolho colhendo uns "pastinhos" (ervinhas) secos, deitando-lhes fogo e colocando sobre essa fogueira, sem queimar as pestanas ou cabelo, o olho doente, dizendo: "Aqui d'El Rei que se queimou a casinha do meu treçolho".
  11. - Também há no Algarve quem cure um treçolho deitando-lhe todas as manhãs, até desaparecer, um pingo de vinho tinto.
  12. - Molhar o olho com saliva em jejum. Se for ao nascer do sol melhor.
  13. - (Urinoterapia), humedecer o terçolho com a urina quente matinal de uma jovem ainda virgem. ( Isso da virgem só serve para complicar e ganhar tempo na procura, seria mais fácil encontrar leite de unicórnio alado).
  14. - No Brasil diz-se que se trata com mijo de canário. (Espero que seja sem espremer a pobre ave).
  15. - Esfregar um ovo na mão e colocalo em cima do terçolho. Fazer isto várias vezes.
  16. - Esfregar o dedo muitas vezes na palma da outra mão e quando estiver bem quente, passar o braço por de trás da cabeça e colocar o dedo no olho doente (esta é à contorcionista).
  17. - Invocar Santa Luzia, a santa protetora dos olhos, com poderes para preservá-los e curá-los de todas as moléstias, inclusive a pior delas, que é a cegueira. Então inclui também o terçolho reza-se uma oração e espera-se que passe.
     
    MEU RICO OLHO.
    glitters

O grande olho de Repolho

- Ervas medicinais:
- SABUGUEIRO( Sambucus Nigra)
- Família: das Caprifoliáceas
- Componentes: Óleo volátil, nitrato de potássio, alcaloides, piguementos flavonóides, mucilagem, vitamina A e C, heterósido, tanino, cianogénico, ácido viburnico.
- Propriedades: depurativo, diurético, (Flores), estimulantes circulatórias, laxativo, sudorífico. Esta planta é muito versátil, em termos de utilização, utiliza-se entre outros tratamentos em queimaduras e terçolhos.
- A infusão fria e filtrada dá para lavar os olhos irritados e doridos.

Mais em: Receitas, medicamentos & tratamentos

- Tratamento homeopático:
- Pulsatilla: este é o remédio por excelência a administrar em caso de terçolhos, especialmente quando os olhos se apresentam com supuração constante, amarelo-esverdeada e, que por vezes pode apresentar um cheiro forte e desagradável. É vulgar que a pessoa apresente muita comichão na pálpebra.
- Hepar sulphur: usa-se nos casos em que o terçolho apresenta muito pus amarelo. É sempre dado em complemento do pulsatilla.
- Sulphur: nos casos em que o terçolho já é um problema crónico.
- Aconitum: usa-se quando há dor, vermelhidão e inquietação. Os olhos tendem a apresentar-se extremamente sensíveis à luz.
- Calcarea: geralmente em casos recorrentes e nas crianças de tipo constitucional predominantemente calcaria.
- Staphysagria: o terçolho apresenta-se na pálpebra inferior e a pessoa tem como característica um temperamento irritável.
*
Sem outros recursos à mão, recomenda-se este Remédio caseiro e seguramente o mais eficaz e ao que normalmente recorro:
- A aplicação de compressas mornas durante 10 a 15 minutos, cerca de 3 a 4 vezes ao dia, pode ser muito útil e acelerar o processo de drenagem.
- O calor provoca um rápido amadurecimento do terçolho, fazendo com que este acabe por rebentar e drenar espontaneamente. Se com uma compressa normal não sentir diferença, experimente embrulhar o cabo de uma colher num tecido de lã. Depois mergulhe-o em água muito quente e coloque a lã junto à pálpebra infectada.
- Ou então faça uma pulverização do olho com água mineral. Tome um paracetamol para aliviar a dor.
- Os sintomas melhoram com o contacto com o ar fresco e quando se lavam os olhos com água fresca, e pioram quando os ambientes estão demasiado aquecidos.
- Embora habitualmente seja visível um ponto amarelo no centro do terçolho, este nunca deve ser espremido ou furado.
- Deve também evitar a exposição dos olhos a zonas com poeiras ou mexer nos olhos com as mãos sujas. - Pode passar para o outro olho por reabsorção espontânea (sobretudo na criança); Os Terçolhos são contagiosos. Utilize uma toalha apenas para si,
- Se a situação não melhorar em 2 dias, ou se o terçolho tem uma dimensão tal que perturba a visão, deve ser consultado um médico.
- A homeopatia tem alguns remédios que são um bom meio de combater este problema.
- Prescreve-se a também a lavagem com soro fisiológico da vista e a aplicação de uma pomada associando um antibiótico e um corticosteróide.
- Nas farmácias existem pomadas específicas que são a base de eritromicina ou algum colírio.
*
Embora pessoalmente ainda não notei grande eficácia nos tratamentos administrados pelo médico, mas!...
*
- Prevenção:
- Presença de corpos estranhos
- Pode ser que algum cisco, poeira ou fagulha de fogueira que levadas pelo vento podem se acumular na parte interna da pálpebra e iniciar um processo infeccioso.
- Como certas causas locais ou gerais podem estar na origem de infecções recidivantes: o tratamento da causa permite muitas vezes evitar as recaídas.
  E pelas alterações estéticas que ocasionalmente provoca, para aparição em publico, recomendo a utilização de uns óculos escuros, sempre se dá menos nas vistas, estás a ver?





Como a maioria dos Hordéolos costumam drenar por si próprios, por isso acho que o melhor mesmo é esperar que passe.

Infecções e inflamações das pálpebras, em:
http://www.ordemfarmaceuticos.pt/xFiles/scContentDeployer_pt/docs/doc2021.pdf
















3 comentários:

leandro_wavehell@hotmail.com disse...

oi td bem com vc?meu nome é leandro,e escrevo essa msg para falar que estou o mesmo problema que vc .terçolho,gostaria de saber oque vc fez para que o terçolho fosse em bora,vc usou alguma pogada?pq se usou gostaria que vc me falace o nome dela,por favor.
o terçolho tenha melhorado mais veoi a voltar novamente.obrigada pela atenção..espero respostas.

Luciano Cezar disse...

Obrigado pela oportunidade de descobrir o nome e a origem do Terçolho, foi de grande ajuda esse blog, visto que meu pai está com Terçolho e fiquei muito preocupado. Como seus relatos são fatos da sua própria vida, ficou mais fácil de seguir as orientações.
Começaremos pela compressa.
Obrigado.

hungho disse...

olá. neste momento tenho uma coisa dessas no meu olho. o meu colega de casa que é da mealhada recomendou-me cortar um dente de alho ao meio e colocalo sobre o olho o que até agora deu excelentes resultados e recomendo vivamente

Mensagens populares


contador

Não consegues ouvir as musicas de fundo deste Blog?

Não consegues ouvir as musicas de fundo deste Blog?
Faz Download grátis do QuickTime 7 aqui